Envio do OE para o Constitucional "era o que se esperava", diz Silva Peneda

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), José Silva Peneda, constatou sem "grandes surpresas" as questões que levaram o Presidente da República a remeter o Orçamento do Estado para 2013 ao Tribunal Constitucional, considerando-as "as mais polémicas".

"Não tem grandes surpresas, era o que se esperava. Agora vamos aguardar o que o Tribunal Constitucional [TC] vai fazer e vai dizer", afirmou Silva Peneda em declarações à agência Lusa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG