Ajustamento irá além dos 3 anos definidos no memorando

O Governo está disposto a estudar as alterações propostas pelos partidos da oposição ao Orçamento do Estado para o próximo ano, mas avisa que qualquer alteração terá que corresponder aos objetivos de "equilíbrio orçamental" e "sustentabilidade das finanças públicas", disse hoje a ministra das Finanças, admitindo que o programa de ajustamento se prolongará além de 2014.

Mais Notícias