Consumo de eletricidade sobe pelo 2.º mês consecutivo

O consumo de eletricidade aumentou em agosto pelo segundo mês consecutivo e pela quarta vez este ano, em relação ao período homólogo do ano anterior, reduzindo a queda verificada desde janeiro para 0,4%.

Segundo os dados disponibilizados na página da REN - Redes Energéticas Nacionais, o consumo de energia elétrica apresentou em agosto uma evolução homóloga positiva, com um crescimento de 1,5%, influenciada pelas temperaturas elevadas ocorridas este mês, que se limita a 0,2% com correção dos efeitos de temperatura e número de dias úteis.

Nos primeiros oito meses do ano, o consumo apresenta ainda uma tendência de queda de 0,7% face ao período homólogo ou de 0,4% com a correção dos efeitos de temperatura e dias úteis.

Em 2012, o consumo de energia elétrica baixou 3,6%, recuando para valores de 2006, num ano marcado pela quebra da produção hidroelétrica e um crescimento da produção eólica e da importação de eletricidade.

Até agosto deste ano, a produção de eletricidade a partir de fontes renováveis permitiu abastecer 60% do consumo nacional, com as hídricas a representarem mais de metade (31%) dessa percentagem, devido a um aumento da produção neste período.

Nos primeiros oito meses do ano, a produção hídrica mais do que triplicou e, mesmo em agosto, que foi um mês seco, a produção das barragens foi em 86% superior ao mesmo mês do ano anterior.

Também a produção eólica apresentou até agosto uma produção 20% acima dos valores do ano transato, permitindo abastecer 23% do consumo nacional.

No mesmo período, as centrais a carvão abasteceram 22% do consumo e as centrais a gás natural 14%.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG