Clientes do BES terão levantado mais de 2.000 milhões de euros só em julho

O Banco Espírito Santo (BES) perdeu entre 1.200 e 2.000 milhões de euros em depósitos de clientes do retalho só em julho, no mês anterior à medida de resolução que terminou com o banco no modo como até aí era conhecido, segundo Bruxelas.

De acordo com o documento da Comissão Europeia que aprova a resolução daquele que era o terceiro maior banco a operar em Portugal, o BES perdeu entre 11% a 17% dos seus depósitos em julho. Em termos de depósitos de clientes do retalho, Bruxelas estima que os levantamentos de depósitos oscilaram entre 1200 e 2200 milhões de euros, sendo que, desse valor, entre 900 e 1500 milhões de euros eram de clientes do retalho de Espanha e entre 200 e 600 milhões de euros de residentes em Portugal.

O valor de depósitos que saíram do banco apenas em julho supera mesmo o montante que tinha saído nos 12 meses até final de junho deste ano.

Nas contas do primeiro semestre do BES, em que apresentou um prejuízo histórico de quase 3,6 mil milhões de euros, o banco divulgava que tinha no final de junho 35,93 mil milhões de euros, quase menos dois mil milhões de euros em depósitos do que o registado em junho de 2013 (37,91 mil milhões de euros).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG