Cerca de 156 comboios suprimidos desde a meia-noite

A greve dos maquinistas da CP, que terminou às 24:00 de domingo, provocou até às 10:00 de hoje a supressão de 156 comboios.

"Hoje de manhã, até este momento, e atenção que este ponto de situação abrange o período desde a meia-noite de ontem [domingo], foram suprimidos 156 comboios", indicou à agência Lusa a porta-voz da empresa, Ana Portela.

De acordo com a mesma fonte, a greve de domingo ainda tem hoje "particular incidência nos serviços de longo curso e regionais", registando-se igualmente "algumas supressões nos serviços urbanos de Lisboa".

"Esperamos que ao longo da manhã a situação vá regularizando embora nos comboios regionais e intercidades ainda possam ocorrer algumas supressões ao longo do dia", prosseguiu a mesma fonte.

A greve, agendada pelo sindicato dos maquinistas, começou às 00:00 de sexta-feira e prolongou-se até às 24:00 de domingo, numa primeira fase, tendo como objectivo contestar os processos disciplinares ilegais alegadamente interpostos pela empresa.

A paralisação está também marcada para 01 de Janeiro e ao trabalho extraordinário até ao final deste mês.

Segundo a porta-voz, "a greve às horas extraordinárias não deverá provocar grandes perturbações se for só essa a questão porque a CP se organiza de forma a não ter de recorrer a essas horas extraordinárias".

A CP estima um prejuízo de 2,5 milhões de euros com a greve da época natalícia.

Desde Fevereiro, as greves na CP já causaram um prejuízo acima dos dois milhões de euros, de acordo com a transportadora.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG