Cavaco quer "solução benéfica" para Portugal

O Presidente da República manifestou hoje a convicção de que, no âmbito do processo negocial que se irá iniciar sobre o programa de ajuda à banca espanhola, será encontrada uma solução benéfica para Portugal.

"Portugal está ao lado das autoridades espanholas e, nesse sentido, tal como os outros Estados membros irá acompanhar o processo negocial que se irá seguir, convicto de que se encontrará uma solução que será benéfica para o conjunto de todos os países e também benéfica para Portugal", afirmou o chefe de Estado português, durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo de Cabo-Verde, no Palácio de Belém, em Lisboa.

O Presidente da República notou ainda que "é de todo o interesse da União Europeia e também de Portugal, como é óbvio, que a Espanha resolva os problemas do seu sistema bancário".

O Presidente da República, que no discurso do 10 de Junho já tinha feito uma referência à recuperação económica, disse ainda acreditar que "não será perturbada pela solução dos problemas da banca espanhola".

"A solução dos problemas da banca espanhola será favorável à recuperação da economia portuguesa atendendo à interpenetração que existe entre as economias dos dois países", reforçou.

Sem nunca falar sobre a possibilidade de Portugal aproveitar a oportunidade para renegociar o seu programa de ajuda externa, Cavaco Silva lembrou que há quase um ano, o conselho europeu de julho de 2011 decidiu flexibilizar o Fundo Europeu de Estabilidade Financeira, no sentido de permitir empréstimos a um Estado membro para a recapitalização da sua banca.

"E é a esse instrumento que as autoridades espanholas se propõem neste momento a recorrer", frisou, fazendo referência ao muito que se tem especulado nos últimos tempos sobre o conteúdo que terá o programa de ajuda à banca espanhola.

Contudo, acrescentou, o que se sabe é que até este momento não há uma negociação concluída, "há apenas trocas de impressões".

Por isso, deve-se "esperar para conhecer com toda a clareza qual é o conteúdo do programa de ajuda à banca espanhola no quadro da flexibilização que foi aprovada pelo conselho europeu em julho de 2011", insistiu.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG