Bolsas europeias em alta à espera da reunião anual do FMI

As principais bolsas europeias abriram hoje em alta, numa semana marcada pela reunião anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM) em Washington.

Cerca das 9:10 em Lisboa, o EuroStoxx 50, índice que representa as principais empresas da zona euro, estava em alta, a subir 0,92%, para 3.162,11 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt também estavam em alta, a subir 0,41%, 0,85% e 1,28%, respetivamente, bem como as de Madrid e de Milão, que registavam avanços de 1,10% e 0,73%.

Depois de ter aberto em alta, a Bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:10, o principal índice, o PSI20, estava a subir 1,36%, para 5.627,27 pontos.

Em Nova Iorque, Wall Street terminou em alta na sexta-feira, com o Dow Jones a subir 1,24%, para 17.009,69 pontos, depois de ter subido a 19 de setembro até aos 17.279,74 pontos, o atual máximo de sempre desde que foi criado, há 128 anos.

Ao nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,2519 dólares, contra 1,2502 dólares no encerramento de sexta-feira.

O Banco Central Europeu (BCE) fixou na sexta-feira o câmbio de referência da divisa europeia em 1,2616 dólares.

A semana vai estar marcada pela reunião anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM) em Washington.

Esta semana, outra referência vai ser a reunião do Banco de Inglaterra sobre política monetária.

Na quinta-feira, o presidente do BCE, Mario Draghi, anunciou em Nápoles mais pormenores do programa de compra de dívida privada, mas sem especificar o montante.

O pacote do BCE inclui a compra de ativos ABS (asset-backed securities) e de créditos hipotecários em euros emitidos por instituições financeiras da zona euro, revelou em setembro o presidente do BCE, Mario Draghi, segundo o qual "estes títulos ABS vão servir para que o crédito chegue à economia real".

Em relação aos juros, o BCE deixou inalterada a taxa de juro diretora em 0,05%.

O barril de petróleo Brent, para entrega em novembro, abriu hoje em baixa, a cotar-se a 91,98 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 1,42% do que no encerramento da sessão anterior.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG