BE acusa Governo de vender TAP a "preço de saldo"

O coordenador do Bloco de Esquerda João Semedo acusou hoje o Governo de se preparar para vender a TAP "a preço de saldo", defendendo a empresa é "um bem precioso" que deve manter-se na esfera pública.

"Feitas contas, o Estado arrecadará apenas vinte milhões de euros. Para as pessoas terem noção, 20 milhões de euros é o custo de um pequeno avião da TAP. É esse o mau negócio que o Governo pretende fazer", acusou.

O dirigente do BE falava à Agência Lusa no final de uma reunião com representantes de oito sindicatos dos trabalhadores da TAP, na sede dos bloquistas, Lisboa.

Para João Semedo, a TAP "é uma empresa estratégica, uma riqueza nacional que deveria continuar a pertencer à economia de todo o país", um "bem precioso para o crescimento da economia".

"O Governo prepara-se para vender a TAP a preço de saldo", afirmou, considerando que o Executivo "está com pressa porque quer tapar o buraco das contas públicas que criou".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG