BCE analisou vários modelos para comprar até 500 mil ME em dívida soberana

Bloomberg diz que técnicos do BCE apresentaram modelos para comprar até 500 mil milhões de euros em dívida soberana ao Conselho de Governadores do BCE.

O Conselho de Governadores do Banco Central Europeu (BCE) analisou vários modelos, durante uma reunião realizada na quarta-feira, para comprar até 500 mil milhões de euros (cerca de 591 mil milhões de dólares) em dívida soberana para combater a deflação na zona euro, noticia hoje a agência Bloomberg.

Contudo, os governadores não decidiram a adoção de qualquer modelo depois da apresentação, adianta a Bloomberg, que cita fontes que estiveram na referida reunião.

Entretanto, o BCE não se disponibilizou para comentar esta informação.

Recentemente, o presidente do BCE, o italiano Mario Draghi, afirmou que o Conselho de Governadores tinha pedido a técnicos da instituição para estudarem possíveis cenários para a adoção de uma política de compra de dívida soberana em larga escala para evitar que a zona euro mergulhe numa espiral de queda de preços (deflação).

Este tipo de política já foi adotado por outros bancos centrais em todo o mundo para estimular as respetivas economias, mas o BCE evitou até agora adotar esta política devido à forte oposição da Alemanha, que a vê a medida como uma forma de impressão de moeda para pagar dívidas de governos.

Dados divulgados esta semana indicam que a zona euro mergulhou em território de deflacionário pela primeira vez desde 2009, depois dos preços terem caído 0,2% em dezembro, devido ao recuo dos preços do petróleo.

A última vez que a inflação caiu em outubro de 2009 foi devido à crise financeira global.

Os dados da inflação alimentaram a especulação de que o BCE iria anunciar um programa de compra de dívida soberana na primeira reunião de política monetária deste ano, a 22 de janeiro.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG