Barraqueiro reativa bilhete de ida-e-volta

A empresa de transportes Barraqueiro reativou o bilhete ida-e-volta, sistema que tinha abandonado há nove anos, e através do qual os cidadãos poupam 10 por cento no custo da deslocação.

"Face à redução gradual que se tem vindo a registar nos últimos anos dos clientes ocasionais, devido fundamentalmente ao aumento do desemprego e do custo de vida, a Barraqueiro Transportes reativou o bilhete de ida-e-volta", afirmou hoje à agência Lusa Martinho Santos Costa, administrador delegado da empresa.

A Barraqueiro assegura o transporte público interurbano nos concelhos de Coruche, Benavente, Alenquer, Vila Franca de Xira, Arruda dos Vinhos, Cadaval, Loures, Lourinhã, Mafra, Sintra, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras. Além disso, garante os transportes locais nestes concelhos e as respetivas ligações a Lisboa, serviços que representam 40 por cento do seu volume de negócios.

Na aquisição do bilhete de ida-e-volta, os cidadãos poupam 10 por cento no custo da deslocação diária, por comparação à aquisição de dois bilhetes simples para os mesmos trajetos.

Em vigor desde 01 de fevereiro, o bilhete ida-e-volta já superou as expetativas da empresa: durante a primeira quinzena foram emitidos cinco mil títulos equivalentes a 10 mil viagens.

A pensar também nos utentes, a Barraqueiro passou a disponibilizar Internet grátis em mais de 30 por cento dos seus autocarros, com o intuito de "aumentar o conforto nas deslocações".

A empresa, a maior do país de transportes coletivos de passageiros, emprega 1136 trabalhadores e possui 750 viaturas, tendo faturado 64 milhões de euros em 2011.

O grupo Barraqueiro Transportes integra as empresas Barraqueiro Lugares, Barraqueiro Oeste, Barraqueiro Santo António, Boa Viagem, Esevel, Estremadura, Frota Azul, Mafrense e Ribatejana.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG