Aprovado plano de insolvência da Tecnoforma

Passaram três anos desde que a antiga empresa de Pedro Passos Coelho pediu insolvência.

O plano de insolvência da Tecnoforma, empresa na qual o primeiro-ministro foi colaborador, foi aprovado na assembleia de credores, avança o Expresso.

A notificação de aprovação da insolvência foi publicada hoje pela Comarca de Lisboa, três anos depois de o pedido de insolvência ter sido feito pelos administradores. BCP, BIC, BES, Popular, Santander e Barclays são alguns dos bancos que surgem como credores da Tecnoforma, além da Segurança Social e das Viagens Abreu.

A demora do processo deveu-se, segundo o jornal, ao pedido de impugnação da insolvência feito por ex-funcionário.

Pedro Passos Coelho foi colaborador da Tecnoforma entre 2002 e 2004. Entre 2005 e 2007 foi administrador da empresa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG