Alenquer já recebe televisão digital

A ANACOM desligou hoje, quinta-feira, o sinal analógico do retransmissor televisivo que serve a vila de Alenquer, a primeira localidade do país a ver a Televisão Digital Terrestre (TDT). Surge, no entanto, a contestação por parte de municípios que não terão acesso a esta revolução digital.

Trata-se da maior revolução televisiva desde o aparecimento dos televisores a cores, que vem não só melhorar a qualidade da imagem com a transmissão em alta definição, como também introduzir novas funcionalidades, tais como a pausa da emissão ou a gravação de programas para USB

A ANACOM (Autoridade Nacional das Comunicações) estima que apenas 16 por cento dos moradores na vila não têm televisores preparados para a TDT e destes 80 por cento podem beneficiar do programa de incentivos à compra dos descodificadores.

Depois de Alenquer, o apagão analógico vai ocorrer a 16 de Junho no Cacém e a 13 de Outubro na Nazaré.

No entanto, também no dia de hoje, as populações de 13 freguesias dos concelhos de Viana do Castelo e Caminha estão a mobilizar-se, através de um abaixo-assinado, para contestar a possibilidade de perderem o acesso gratuito ao sinal de televisão digital, em 2012.

A informação foi avançada hoje à agência Lusa pelo autarca de Afife, uma das seis freguesias de Viana do Castelo que não será coberta pela rede terrestre de televisão digital.

A única solução é ter satélite ou por operadores privados. "Já somos mal servidos pelo serviço actual, mas a partir de 2012 pura e simplesmente vamos ficar inibidos de ver a televisão digital terrestre", concluiu o autarca de Afife.

Em resposta a estas declarações a ANACOM esclareceu hoje que a população que não tenha condições para ter Televisão Digital Terrestre (TDT) vai continuar a ver por satélite de forma gratuita "os mesmos canais, com a mesma qualidade e as mesmas funções" do digital.

Em 2012 as zonas do país onde a TDT não tenha cobertura, vão "continuar a ter acesso gratuito à televisão" e a ver "os mesmos canais por satélite com a mesma qualidade e as mesmas funções do digital", acrescentou Eduardo Cardadeiro. O responsável explicou ainda que "ninguém vai perder os quatro canais de forma gratuita", adiantando que a Portugal Telecom "tem de garantir as obrigações de cobertura em todo o país".

O alargamento da TDT a todo o país vai ocorrer a 26 de Abril de 2012.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG