Sónia Brazão "principal suspeita" da PJ pela explosão

A actriz Sónia Brazão, que se encontra internada no Hospital de São José com a maioria do corpo queimado, "deixou o fogão com bicos abertos" e é neste momento a principal suspeita da PJ para a explosão que destruiu parcialmente o prédio onde habita, em Algés.

A notícia tem esta quarta-feira destaque no jornal "Correio da Manhã", que avança ainda: "Quatro bicos do fogão foram abertos e estavam a deitar gás, em casa de Sónia Brazão, quando se deu a explosão no quarto andar do n.º 73".

Ainda segundo o diário, "o ligar da máquina de lavar roupa serviu de ignição à tragédia", que aconteceu na passada sexta-feira.

"O facto de todos os bicos do fogão estarem abertos e a verter gás dá aos investigadores a garantia de a explosão ter sido causada propositadamente", escreve ainda o "Correio da Manhã".

A confirmar-se esta tese, a actriz poderá ser acusada pelos "crimes de explosão e de incêndio" e como tal arrisca "a uma pena de prisão entre os três e os 10 anos", segundo a mesma fonte.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG