RSI cortado a milhares por violarem as regras

Desde o pico, em 2010, um terço das pessoas com RSI perdeu a prestação. A quebra explica-se pelas mudanças na lei e erros dos beneficiários. Só no último ano, quase 23 mil violaram as regras e ficaram sem o rendimento.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "o número de pessoas com Rendimento Social de Inserção (RSI) caiu um terço entre 2010 (o máximo) e julho último - menos 132 mil beneficiários. A queda tem sido sistemática e continuou com o "aperto" dos critérios de atribuição, em julho do ano passado. Nos últimos 12 meses, diz o Instituto da Segurança Social, 22.900 pessoas perderam o benefício por não cumprirem as regras a que se obrigam".

Segundo o jornal, " a Segurança Social não revelou quantas pessoas entraram e quantas saíram do sistema, seja por responsabilidade própria seja porque o Estado considera que deixaram de ser pobres o suficiente para receber RSI - um adulto não pode ter rendimentos superiores a 178,15 euros, bem abaixo dos 420 euros do limiar de pobreza. O certo é que, nos últimos 12 meses, o número de beneficiários continuou a cair, para valores que já não se registavam desde os primeiros anos da prestação".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG