Professores sem aulas perdem meio salário

Professores sem turma atribuída passam para o regime de mobilidade. Segundo o Ministério, estarão nesta situação apenas 700 docentes.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "os professores com 'horário zero' nas escolas poderão passar, já a partir do próximo ano letivo, para o regime de mobilidade especial. A medida, anunciada ontem pelo secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar, poderá levar a um corte de 50% no salário de mais de 10 mil professores: em julho, havia 15 mil professores do quadro com 'horário zero'. Muitos foram repescados para atividades de apoio aos alunos. Agora, segundo o Governo, há apenas 700 professores em horário zero".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG