Professores em tribunal contra os vínculos precários

Mais de 100 professores com vínculo precário vão recorrer aos tribunais para reclamar lugar no quadro. Ministério da Educação e Ciência não comenta.

O "Público" escreve hoje que "o presidente da Associação nacional dos Professores Contratados (ANVPC), César Israel Paulo, afirmou ontem que "mais de cem docentes vão avançar em breve" com a interposição de ações indivicuais contra o Ministério da Educação e Ciência (MEC), reclamando nos tribunais a reconversão do vínculo precário em definitivo e uma indemnização por perdas e danos sofridos. "Acredito que depois destas ações outras vão entrar. As pessoas estão a perceber que a sua situação piora de ano para ano e que está na hora de agir", comentou, em declarações ao jornal.

Em causa, segundo César Israel Paulo, "estão professores que reúnem condições para reclamar um lugar no quadro no MEC, por terem cumprido quatro ou mais anos de contratos anuais sucessivos", dando aulas em escolas públicas. Conhecidos, por isso mesmo, como "professores contratados", estes docentes foram há um ano convidados pela associação a denunciar a sua situação junto da Comissão Europeia. O MInistério da Educação e Ciência não comenta.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG