PR e Peneda querem acordo a 10 anos para vencer crise

O Conselho Económico e Social defende um consenso entre partidos, tendo por base muitas das propostas do PS. O Presidente da República está sintonizado com Silva Peneda.

O "Jornal i" escreve na sua edição de hoje que "o acordo a dez anos entre partidos defendido pelo Conselho Económico e Social tem o respaldo do Presidente da República. Mas este compromisso para "vencer a crise" proposto por um orgão que tem sido muito crítico do governo tem uma particularidade: grande parte das propostas coincide com as ideias do PS. A UGT e a generalidade dos conselheiros já apoiaram as linhas gerais da proposta de acordo que inclui muito daquilo que o PS tem defendido como roteiro para ultrapassar a crise".

Segundo o jornal "é essa a novidade do desafio do órgão presidido por Silva Peneda, ex-ministro de Cavaco Silva. o Presidente da República tem-se desdobrado em apelos a um consenso alargado na sociedade portuguesa, não tendo recebido nos últimos tempos qualquer abertura por parte dos socialistas. Só que o dasafio a José Seguro, que conta com o apoio do Presidente da República, desta vez é diferente: a proposta de consenso do CES é muito mais inspirada na rteoria socialista sobre a crise do que naquela que tem vindo a ser defendida pelo governo e pela troika".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG