Portugal pagou 434 milhões a bancos que ajudaram a vender dívida

O Governo pagou 434 milhões de euros a bancos que ajudaram Portugal a regressar aos mercados.

O "Jornal i" escreve hoje que "cinco bancos que ajudaram Portugal a vender as duas emissões de dívida de longo prazo realizadas este ano estão entre as instituições financeiras que negociaram com o Estado o fim antecipado dos contratos de gestão de risco financeiro (swap) das empresas públicas. No total, os nove bancos que aceitaram uma solução negociada dos seus contratos swap com empresas públicas receberam 1029 milhões de euros, de acordo com a lista enviada à comissão parlamentar de inquérito aos instrumentos de gestão de risco financeiro."

Segundo o jornal, "na lista estão o Barclays, Deustche Bank, Goldman Sachs, Société Générale e Morgan Stanley, que receberam, um valor total de cerca de 434 milhões de euros pelo acordo que antecipou o fim dos contratos de risco com empresas do Estado. Estes cinco bancos estiveram nas equipas que montaram e colocaram a dívida de longo prazo nas duas emissões de Obrigações do Tesouro, realizadas este ano no montante de 5,5 mil milhões de euros, e que permitiram ao Governo proclamar o regresso de Portugal aos mercados financeiros".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG