Portugal e Espanha com mais de 7 milhões no desemprego

Seis milhões de espanhóis estão no desemprego e em Portugal quase um milhão de pessoas estão nas mesmas condições. É uma catástrofe social nunca vista na Península Ibérica.

O "Jornal i" escreve hoje que "a catástrofe social não pára em Espanha, mas também em Portugal. Os dados ontem revelados pelo Instituto de Estatística espanhol caíram como uma bomba numa sociedade em crise política, económica e social. A taxa de desemprego em Espanha subiu para 27,16% no final do primeiro trimestre, o pior registo em mais de 37 anos, ultrapassando pela primeira vez os seis milhões de desempregados. Em Portugal a taxa de desemprego em fevereiro chegou aos 17,5%, mas deve ultrapassar os 19% no final do ano, de acordo com previsões do prórpio ministro das Finanças. Nos centros de emprego estão inscritos 923 200 desempregados".

Segundo o jornal, "a catástrofe social atinge em cheio a Península Ibérica, com Portugal e Espanha a baterem sucessivamente recordes de desempregados. No conjunto, há 7 125 900 pessoas sem trabalho, mas a realidade é bem mais negra nos dois países contabilizando os que já deixaram de procurar emprego e ficaram fora do radar das estatísticas oficais".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG