Paula Teixeira comprou milhares de acções do BCP

A Ministra da Justiça comprou milhares de acções do BCP a mais de dois euros por título. Hoje valem menos 90%.

Talvez por influencia do ex-marido, ex-presidente do BCP, ou por iniciativa própria, mas o grosso dos seus investimentos são em acções, com um peso substancial dos títulos deste banco. Na conta que detém no BCP, 61.7% do investimento é em acções do banco, em dois lotes distintos, um comprado a 2.42 euros por acção e outro por 2.33. O total investido atinge os 376 mil euros quando ontem, as mesmas acções foram transaccionadas a 0.26 euros - uma desvalorização de quase 90%. Tem ainda 1388 acções da EDP compradas a 2.45 euros.

Paula Teixeira da Cruz será também um dos portugueses interessados na revisão da lei do arrendamento. Segundo a edição de hoje do jornal "i", no IRS, categoria B, que anexou ao processo entregue no TC, declara 7356 euros em rendas anuais, divididas em três parcelas: uma de 1752,7 euros, outra de 2672 e finalmente uma de 2932.

A ministra declara ainda seguros pessoais no montante de 226.7 mil euros e seguros patrimoniais de de responsabilidade de atingem os 493.6 mil euros. A ida para o governo vai provocar-lhe um rombo no orçamento mensal. Um ministro não ganha hoje mais de cinco mil euros limpos por mês, enquanto no ano passado, só em prestações de serviços, a ministra declarou 236.3 mil euros, para um lucro tributável de 107.3 mil euros, sem prejuízos ficais.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG