Oito banqueiros sob suspeita

Banco de Portugal abriu 21 processos de contra-ordenação por branqueamento de capitais e investigou a reputação de oito banqueiros.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "o Banco de Portugal investigou a reputação de oito banqueiros em 2012. A instituição abriu ainda 76 processos de contra-ordenação, 21 dos quais relacionados com branqueamento de capitais. De acordo com o relatório de atividades, no ano passado estiveram em curso sete processos de eventual revogação de autorização de funcionamento de instituições de crédito "e oito processos de reavaliação, com base em factos supervenientes, da idoneidade dos membros dos órgãos de administração e fiscalização" de bancos".

Segundo os jornal, "os números mostram que, em 2012, foram abertos 76 processos de contra-ordenação. A maioria é referente à violação de normas constantes no regime que define as regras de atuação das instituições financeiras, mas no segundo lugar do pódio ficaram os processos decorrentes da violação de legislação sobre o branqueamento de capitais, com 21 casos".

O documento foi ontem apresentado pelo governador Carlos Costa.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG