Marido da ministra das Finanças demite-se da EDP

António Albuquerque estava na EDP, empresa cuja privatização foi supervisionada pela mulher, a ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque.

O "Correio da Manhã" escreve na sua edição de hoje que "o marido da ministra das Finanças estava a trabalhar para a EDP, empresa em que Maria Luís Albuquerque, ainda como secretária de Estado do Tesouro, esteve envolvida na venda de 21,35% da participação do Estado aos chineses da Three Gorges, por 2700 milhões de euros. A notícia foi avançada ontem de manhã pela Visão e, à tarde, António Albuquerque rescinciu, menos de dois meses após ter iniciado funções. Segundo fonte da elétrica, "António Albuquerque pediu a antecipação do final do contrato a prazo que tinha estabelecido com a EDP". O ex-jornalista do Diário Económico explica que optou por sair para "não pôr em causa" o nome de Maria Luís Albuquerque nem da empresa EDP".

Segundo o jornal, "a venda aos chineses, que foi supervisionada por Maria Luís Albuquerque, está a ser investigada pelo DCIAP, onde a própria ministra das Finanças já foi prestar declarações sobre possíveis pressões de que poderá ter sido alvo nesta privatização".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG