Justiça entrega menina a pai violador

Menina denunciou abusador à mãe quando tinha apenas cinco anos. Caso foi investigado, mas acabou arquivado por falta de provas. Tribunal ignorou suspeitas e deu guarda ao pedófilo.

O "Correio da Manhã" escreve hoje que "a menina de 14 anos, que foi violada e engravidade pelo pai, numa freguesia de Penafiel, já tinha denunciado os abusos sexuais quando tinha apenas cinco anos de idade. Na altura, a criança garantiu a familiares que o pai tinha tentado manter relações sexuais com ela. O caso foi arquivado por falta de provas e, entretanto, a menor e a irmã, um ano mais nova, ficaram com a avó materna. Já em 2011, o pai pediu novamente a guarda das filhas. A justiça ignorou as suspeitas e entregou a menina aos cuidados do homem que a violou".

Segundo o jornal, "o pedófilo irá agora respondr em tribunal por um crime de abuso sexual de crianças agravado e por outro crime de abuso sexual de menores dependentes, também na forma agravada".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG