Governo escondeu que ia devolver salários e pensões

Decisão já estava tomada na 11ª avaliação, mas só foi comunicada à troika durante o último exame regular.

O "Diário Económico" escreve hoje que "o Governo só revelou à troika que pretendia devolver parte dos salários e pensões no próximo ano durante a 12ª e última avaliação ao programa de ajustamento. No entanto, essa decisão já estava tomada dentro do Executivo desde a 11ª avaliação. Pelo meio, foi entregue às autoridades internacionais um documento que prometia cortes de 1.400 milhões de euros no próximo ano, parte dos quais desapareceu no Docuemnto de Estratégia Orçamental (DEO)"

Mais Notícias

Outras Notícias GMG