Fisco vende bens do presidente da Naval 1.º de Maio

A direção de Finanças de Lisboa penhorou e colocou em leilão cinco imóveis que pertencem a empresas de Aprígio Santos, presidente da Naval 1.º de Maio. Ao todo, as Finanças querem arrecadar mais de 3,8 milhões de euros. As vendas devem estar concluídas no final do mês.

De acordo com a edição de hoje do "Correio da Manhã", a principal visada é a sociedade Aprogius - Companhia de Investimentos Imobiliários Comerciais SA, dona de milhares de hectares na região de Reguengos de Monsaraz, com planos aprovados para a construção para fins turísticos, e que tem Aprígio Santos como seu administrador único. A sociedade tem quatro grandes terrenos penhorados. O mais caro vai à praça por 1,1 milhões de euros, e o mais barato custa 500 mil euros. As vendas realizam-se no próximo dia 25.

O quinto processo recai sobre a sociedade Riviera - Sociedade Imobiliária, também administrada por Aprígio Santos. Neste caso, a venda recai sobre um prédio em Arroios, Lisboa, que vai a leilão por um valor superior a 756 mil euros. Segundo os últimos números do Portal das Finanças, desde o início do ano, o Fisco já conseguiu vender 228 casas que foram penhoradas, o que dá uma média de 63 casas por dia.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG