Encaixe da venda da ANA não garante meta do défice

A receita com a privatização da ANA, somada aos valores com a venda de EDP e REN, chega a 6,4 mil milhões e bate previsões. Mas falta "luz verde" de Bruxelas para aplicar parte do encaixe no défice.

O "Diário Económico" escreve hoje que "o Governo arrecadou com as várias operações de privatizações realizadas até hoje (EDP, REN e ANA) 6,4 mil milhões de euros, um valor superior à meta definida no memorando da troika (5,5 mil milhões de euros). No entanto, as contas públicas continuam em risco".

Segundo o jornal, "a secretária de Estado do Tesouro revelou ontem, na conferência após a reunião do Conselho de Ministros, que o Executivo ainda não tem a garantia de que o Eurostat vai aceitar a operação de concessão/privatização da ANA - Aeroportos de Portugal, ontem atribuída à Vinci, o que poderá comprometer os 1,2 mil milhões que serão abatidos ao défice este ano".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG