Droga da máfia italiana entra por Leixões

Uma megaoperação com 44 detidos, levou as autoridades a confirmar que o porto de Leixões, onde foram apreendidos 313 kg de cocaína, há dois anos, era por onde a máfia calabresa metia droga na Europa.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "a ação foi desencadeada a partir de Itália, numa megaoperação concertada contra a Ndrangheta, o ramo da máfia italiana com mais poder financeiro e que controla o tráfico de cocaína para a Europa. A operação conduziu a 44 detenções em particular em Itália e no Brasil. A PJ de Coimbra está entre as forças policiais mais ativas nas investigações, que duraram quatro anos, uma vez que o porto de Leixões seria um dos principais pontos de entrada de cocaína, segundo a Guardia de Finanza italiana e a Polícia Federal brasileira. Tanto assim, que dois inspetores-chefes do combate à droga de Coimbra estiveram em Itália, no mês passado, para acertar os promenores da operação final. As operações ainda não estão concluídas e há oito suspeitos em fuga".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG