Crise obriga Universidade do Minho a fechar à noite

O corte nas verbas do Orçamento para o próximo ano deixa as universidades em "estrema dificuldade". O reitor diz que, perante a redução, terá de rescindir contratos e cortar no aquecimento.

Segundo o "Jornal de Notícias", o reitor da Universidade do Minho pondera fechar o ensino noturno e abandonar as aulas ao sábado, consequência de um corte adicionar de mais de 7,5% no Orçamento de Estado.

"A efetivar-se este cenário poderão vir a ter de ser tomadas medidas como o encerramento da Universidade à noite e ao sábado", refere o reitor António Cunha, que mesmo assim tem dificuldades em antever a verdadeira extensão do cenário, que considera "gravoso". Reduzir contratos com docentes convidados, reduzir a manutenção ou desligar o aquecimento são algumas das medidas equacionadas pelo reitor.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG