Cortes salariais abrem guerra nas polícias

Sindicatos reúnem de emerg~encia e ameaçam voltar ás greves e manifestações.

O "Jornal de Notícias" escreve hoje que "há polícias que vão confrontar-se com cortes acima dos 200 euros no próximo recibo de vencimento. A revolta sobe de tom e, hoje, os sindicatos reúnem de emergência para decidir a resposta ao Governo".

Segundo o jornal, "os salários de janeiro são pagos no dia 21, mas os profissionais das forças de segurança já ficaram a saber com o que podem contar, após consulta dos recibos no portal social. Segundo fontes da GNR e da PSP, os elementos dos escalões mais baixos, como guardas e agentes, receberão, em média, menos cerca de 100 euros, sendo que o seu ordenado base já era inferior a 800 euros. para cabos, sargentos e chefes, por exemplo, a redução pode atingir os 230 euros, valores que não são rígidos, variando consoante os suplementos e outros fatores".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG