Chefe da PSP em rede de droga protegia traficantes

Um chefe da PSP foi detido ontem por fazer parte de uma rede de droga. Era pago para defender traficantes e avisá-los sobre rusgas no Porto.

Um chefe da PSP, ligado a uma rede de tráfico de droga que operava na Sé, no Porto, foi detido ontem, notícia o Jornal de Notícias. Também uma funcionária do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto foi mencionada no processo, tendo sido detida, em agosto, por posse de droga.

Foram capturados mais de 10 indivíduos que vão hoje a tribunal, juntamente com o polícia. F. Mendes, de 42 anos, é suspeito de cumplicidade em tráfico e corrupção, mediante recebimentos de dinheiro, em quantias não muito elevadas (150 euros, por exemplo) a troco de proteção a indivíduos ligados ao tráfico.

Foi a PSP, através da Divisão de Investigação Criminal, sob coordenação da DIAP, que concretizou as buscas e detenções.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG