Banco de Portugal pediu explicações a Ricardo Salgado

O Ministério Público, que investiga a operação Monte Branco, já veio ilibar Ricardo Salgado dos crimes de fuga ao fisco e afirmar que este não está envolvido no esquema de branqueamento de capitais.

De acordo com a edição de hoje do "Público", Ricardo Salgado já foi ouvido no Banco de Portugal (BdP), a pedido de Carlos Costa, para explicar porque razão se "esqueceu", mas suas declarações de IRS, de rendimentos de 8,5 milhões de euros relacionados com dinheiro aplicado no estrangeiro, o que o levou a fazer três retificações à administração fiscal.

O supervisor quer apurar se o banqueiro é "idóneo" para liderar o BES, ainda que perante a lei não tenha cometido crime, pois pagou os impostos em falta ao abrigo do programa extraordinário de regularização tributária (RERT).

Mais Notícias

Outras Notícias GMG