Angola está a reter exportações portuguesas

Inspecções laboratoriais estão a travar bens alimentares no porto de Luanda e a situação começa a ser caótica.

O "Jornal de Negócios" escreve na sua edição de hoje que "as exportações portuguesas de bens alimentares para Angola estão a ficar retidas no porto de Luanda, devido às inspecções laboratoriais que passaram a ser exigidas pelas autoridades daquele país para que os produtos possam entrar no circuito de comercialização. "A situação começa a ser caótica" e os pteços praticados por este serviço "são exorbitantes", afirmou ao jornal uma fonte do sector portuário".

Segundo o jornal, "os contentores estão a demorar, no mínimo, 15 dias a serem descarregados - quando antes esta operação era feita em quatro, cinco dias - e isso já está a afectar as exportações portuguesas para Angola".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG