Amigas de Paulo Portas colocadas em Londres

Filha e neta de dirigentes do PSD ficou em primeiro lugar num concurso para o Consulado de Londres. Próxima de Paulo Portas também foi apurada.

Filha e neta de dirigentes do PSD, Maria Joana Herculano Carvalho Montalvão machado é uma das acusadas, num denúncia a que o "Correio da Manhã" teve acesso, de ser benificiada num concurso para a admissão de dois assistentes técnicos no Consulado-Geral de Portugal em Londres. Vinte e seis pessoas concorreram ao cargo - que tem uma remunaração mensal de 1600 euros.

Em segundo lugar, também com direito ao posto, ficou Sofia Trindade, que as mesmas fontes dizem ter "relações pessoais com membros do CDS-PP, ao ponto de conhecer pessoalmente o ministro Paulo Portas". Fonte oficial do Ministério dos Negócios estrangeiros disse ao jornal que "lamenta e repudia vivamente as denúncias efetuadas sobre a alegada existência de uma situação de tráfico de influências dentro do MNE, referente ao concurso".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG