500 famílias abusam do Banco Alimentar

Cruzamento de dados apanhou 1500 pessoas a receberam indevidamente em duplicado, triplicado ou até quadruplicado o cabaz mensal de oito quilos de alimentos.

O "Jornal de Notícias" escreve na sua edição de hoje que "o Banco Alimentar do Porto vai impedir que a mesma família receba alimentos de várias instituições. No ano passado, cruzou dados e encontrou 1500 pessoas a duplicar ou, até, quadruplicar apoios".

Segundo o jornal, "cerca de 1500 pessoas (perto de 500 famílias) estavam inscritas em várias instituições e recebiam alimentos em duplicado, triplicado ou até quadruplicado, detetou o Banco Alimentar do Porto, no ano passado. Por isso, criou uma plataforma, que começou a funcionar em março deste ano e impede que famílias recebam alimentos de várias entidades. "É uma questão de justiça, queremos ajudar por igual todos os que precisam", explicou Rui Leite de Castro, presidente do Banco Alimentar do Porto.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG