Renato Seabra vigiado por possibilidade de suicídio

O advogado do modelo acusado da morte de Carlos Castro diz que ele está bem "dadas as circunstâncias" mas é vigiado no Hospital de Bellevue, onde ainda se encontra.

David Touger disse hoje, após uma audiência em tribunal, que Seabra vai ser sujeito a nova avaliação psiquiátrica na próxima semana, escusando-se a revelar porquê e qual o nome do psiquiatra responsável.

Segundo Touger, Seabra está "ok, tendo em conta as circunstâncias", isto é, de "alguém acusado de homicídio em segundo grau, que nunca passou tempo na prisão ou em problemas" com a Justiça.

No Hospital de Bellevue, Seaba "está na ala [psiquiátrica] do hospital, passa tempo no telhado, pode caminhar nos corredores...", relatou o advogado. Como outros reclusos em Bellevue, onde se encontra desde o crime de 7 de Janeiro, Seabra está a ser vigiado por possibilidade de suicídio, adiantou Touger.

O jovem português tem visitas três dias por semana, habitualmente de família e amigos, e contacto regular com o advogado.

Sobre o seu futuro imediato, a decisão compete ao Departamento Correccional nova-iorquino.

O juiz agendou para 29 de Abril a próxima audiência, em que irá decidir acerca dos requerimentos apresentados.

O caso pode então seguir para audições pré-julgamento, dependendo de os elementos estarem todos na posse da defesa e do juiz.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG