Rogério Alves: Dois casos que envolvem Duarte Lima não podem cruzar-se

O ex-bastonário da Ordem dos Advogados defendeu hoje que os dois casos em que o nome de Duarte Lima está envolvido não se cruzam, numa referência ao caso BPN e à morte de Rosalina Ribeiro.

"Há uma coincidência pelo facto de a mesma pessoa estar a ser alvo de dois processos judiciais distintos", referiu o advogado à TSF, defendendo que os dois processos deverão manter-se "absolutamente separados".

Rogério Alves adiantou ainda que Duarte Lima será submetido a interrogatório judicial "sobre as matérias que estão na origem da sua constituição de arguido". "Não há notícia pública de uma intercepção entre uma coisa e outra", acrescentou.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG