Duarte Lima vai processar jornal 'Sol'

O ex-deputado do PSD Duarte Lima vai interpor um processo contra o semanário Sol pela notícia intitulada "Lima ganhou um milhão" no processo submarinos, que diz ser falsa, segundo nota enviada à Lusa pelo seu advogado.

A nota indica que o advogado Raul Soares da Veiga foi mandatado por Duarte Lima para interpor uma "ação judicial contra o semanário Sol e a autora da notícia, pedindo a condenação numa indemnização para a reparação dos graves danos que lhe estão a ser causados".

A notícia do semanário refere que Duarte Lima, que se encontra em prisão domiciliária, "terá recebido um milhão de luvas na compra dos submarinos Tridente e Arpão" tendo sido "anteontem constituído arguido neste novo caso".

O advogado diz que a notícia é "completamente falsa" e "gravemente lesiva da honra e do bom nome de Duarte Lima", adiantando que o ex-deputado social-democrata "nunca teve, em nenhuma circunstância da sua vida política, profissional ou pessoal qualquer envolvimento com o tema da aquisição de equipamentos militares nem com as contrapartidas dele decorrentes".

Na nota enviada à Lusa, o advogado nega ainda que Duarte Lima conheça as pessoas referenciadas na notícia, nomeadamente o contra-almirante Rogério D"Oliveira.

Entretanto, o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), questionado pela agência Lusa, também negou que Duarte Lima seja arguido no processo dos submarinos.

"Não se confirma a notícia de que tenha sido constituído arguido no conhecido processo dos submarinos", responde o departamento dirigido pela procuradora Cândida Almeida.

Duarte Lima estava em prisão preventiva desde novembro de 2011 por suspeita da prática dos crimes de burla qualificada, fraude fiscal qualificada e branqueamento de capitais, num caso relacionado com a compra de terrenos em Oeiras com dinheiros do Banco Português de Negócios (BPN), estando em prisão domiciliária desde o dia 18 de maio.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG