Seguro apela ao voto útil à esquerda

O cabeça-de-lista do PS por Braga - e potencial candidato à liderança socialista no pós-Sócrates - António José Seguro apelou esta tarde ao voto útil à esquerda nas próximas eleições. "À esquerda", disse, "só há um voto útil, não porque seja útil para o PS mas porque é útil para os portugueses que mais necessitam".

Numa intervenção curta, sem os habituais elogios pessoais a Sócrates que têm passado pelos diversos comícios, Seguro elogiou a "obra feita que tem sido uma marca distintiva face aos governos de direita" e separou águas entre os programas socialistas, os da direita e os dos partidos à esquerda: "À esquerda há preocupações sociais mas não há propostas realistas, à direita há propostas mas não há preocupações sociais".

Por isso, disse o deputado, "a escolha é muito clara, entre um governo liderado pelo PS para dar coesão em tempos difíceis, e um liderado pelo PSD que encontra todas as soluções na ponta da tesoura: cortar, cortar cortar. Podem melhorar o défice, no passado não o fizeram, mas quem corta cegamente deixa para trás as pessoas".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG