Plenário reúne pela última vez quarta-feira

O plenário vai reunir pela última vez quarta-feira na véspera do Presidente da República assinar o decreto de dissolução, foi hoje decidido em conferência de líderes.

Os partidos e o Governo terão direito a uma declaração política de seis minutos. A sessão termina com a votações finais.

Espera-se uma reunião longa com os partidos a fazerem um esforço de última hora para levarem a votos todos os diplomas que ainda estão nas comissões.

O Parlamento será formalmente dissolvido por Cavaco Silva a partir de dia 7, quinta-feira, anunciou aos deputados o Presidente da Assembleia da República.

A conferência de líderes marcou também três reuniões da Comissão Permanente, o órgão que assegura a fiscalização do Governo e da Administração depois da dissolução.

A Comissão Permanente pode convocar uma reunião extraordinária do plenário se assim julgar necessária. Um pedido de ajuda externa é considerada uma razão para que tal aconteça.

Posta de lado ficou a hipótese do Parlamento reunir para a sessão solene do 25 de Abril.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG