Governo vai aplicar cortes previstos no PEC para 2011

Cortes prometidos à União Europeia (UE) para este ano avançam e os preços dos transportes podem subir. José Sócrates diz que "Portugal precisa de um Governo Maioritário e o presidente do BCP defende que o País deve pedir "apoio intercalar" à UE.

José Sócrates garantiu em Bruxelas que as medidas do PEC IV para este ano avançariam mesmo com o Governo em gestão. Teixeira dos Santos já preparava novos cortes no Estado, mas tem pelo menos duas medidas do programa à espera de aval: os cortes de 991 dirigentes superiores na função pública e um aumento extraordinário dos transportes públicos. Se não avançarem somam-se à sua factura que será levada ao próximo Governo.

Ontem, José sócrates reiterou a intensão de não pedir ajuda externa. Em entrevista à RTP, disse ser "imprescindível" um governo de maioria absoluta após as eleições, mas recusando-se a dizer se sairá da liderança em caso de derrota. Portas ficou isento de críticas.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG