Amazon deixou de albergar WikiLeaks

A Amazon, o gigante americano da distribuição online, deixou de albergar o sítio da WikiLeaks. A informação foi ontem divulgada pelo senador independente Joe Liberman, ex-candidato à vice-presidência dos EUA. A WikiLeaks alojara-se em servidores geridos pela Amazon ao ser atacada por piratas informáticos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG