Habitantes de Lampedusa divididos sobre tunisinos

SEF envia quatro inspectores para operação de controlo fronteiriço nesta pequena ilha italiana

Na pequena ilha italiana de Lampedusa, as opiniões sobre a súbita invasão de emigrantes ilegais tunisinos dividem-se.

A França confirmou que não abrirá a porta a uma vaga de imigração clandestina proveniente da Tunísia.

Portugal disponibilizou-se para enviar quatro inspectores do SEF para participar na operação que vai ser lançada pela Frontex, agência de controlo de fronteiras externas da UE.

Leia mais pormenores na edição e-paper do DN.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG