Piratas fazem 'drone' aterrar mesmo frente a Merkel

O Partido Pirata alemão fez hoje aterrar um pequeno drone perto da tribuna onde a chanceler alemã, Angela Merkel, discursava durante uma ação de campanha para chamar a atenção para a vigilância que se faz recorrendo a estes aparelhos.

"O objetivo desta ação foi mostrar à chanceler e ao ministro da Defesa, Thomas de Maizière, o que sente uma pessoa quando está a ser observada por um drone", explicou o vice-presidente do partido, Barenhoff, no site do partido.

Durante o comício, o pequeno helicóptero de cerca de 40 centímetros acabou por não aterrar de forma suave, devido à intervenção da polícia, explicou um informático de 23 anos, que preferiu permanecer anónimo.

"Constrangido pela polícia, tive de fazer uma aterragem forçada perto da tribuna, para não colocar ninguém em perigo, por isso é que deu a ideia de a aterragem ter sido um bocado caótica", escreveu o militante no site do partido, citado pela AFP.

"Para nós, o uso de drones como parte da arquitetura de segurança europeia é um desenvolvimento muito negativo, e é essa a questão que quisemos destacar com esta ação", acrescentou.

A chanceler alemã nunca esteve em perigo e mostrou até um ar divertido com a situação, a avaliar pelas imagens que entretanto estão a ser difundidas pelas cadeias de televisão deste pequeno incidente em Dresden.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG