Líder do FDP demite-se após derrota eleitoral

Os liberais, que foram os parceiros de coligação de Angela Merkel nos últimos quatro anos, não conseguiram os 5% de votos necessários para entrar no Parlamento alemão.

O presidente do Partido Liberal (FDP), Philipp Rösler, ministro da Economia do Governo cessante, anunciou a demissão depois do fracasso eleitoral, segundo o jornal alemão 'Bild'.

O FDP teve apenas 4,8% dos votos, abaixo do mínimo necessário para poder entrar na Bundestag (a câmara baixa do Parlamento). Em 2009, o partido tinha conseguido a sua melhor marca eleitoral, 14,6%.

Rösler propôs demitir-se durante uma reunião da liderança do partido, segundo várias fontes presentes no encontro, citadas também pela AFP. As mesmas fontes indicam contudo que toda a liderança partidária poderá demitir-se.

Também se prevêem mudanças na liderança dos Verdes, que conquistaram 8,4% dos votos. A secretária-geral do partido, Steffi Lemke, disse que vai ser preciso "um novo organigrama".

Mais Notícias

Outras Notícias GMG