Rangel: "Resultados interessantes" para o Governo

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS felicitou o PS pela vitória, mas destacou que "não é uma vitória histórica, nem uma vitória estrondosa". Rangel diz que, em termos comparativos com outros partidos de Governos em funções, resultados até são "interessantes"

Recebido na sala com aplausos, Paulo Rangel começou por "mostrar preocupação com o nível de abstenção", destacando que o facto de esta ser tão elevada "dificulta as leituras políticas que se têm de fazer após qualquer ato eleitoral".

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS, assumiu a derrota, mas criticou a "mistificação feita por Francisco Assis", destacando que a vitória socialista "não foi histórica nem estrondosa". Rangel disse ainda que, "em comparação com outros Governos em funções na Europa, são resultados interessantes". O número um do CDS na lista da coligação, Nuno Melo também lembrou que "o PS ganhou as legislativas em 2009", apesar de ter tido "26% nas eleições europeias".

Nuno Melo defende assim que "não faz sentido tirar ilações de eleições europeias para as legislativas, mas lamentou o facto de dois terços dos portugueses não terem votado". O centrista reconhece a derrota e lança uma farpa à esquerda: "Os socialistas ganharam. E nós perdemos. Aqui não assumimos vitórias à Bloco de Esquerda".

Mais Notícias