Jean-Claude Juncker nega ter problemas com álcool

O ex-primeiro-ministro do Luxemburgo, desmentiu as insinuações do seu sucessor na presidência do Eurogrupo.

De acordo com o jornal luxemburguês "Wort", Jean-Claude Juncker negou na última quarta-feira, numa receção de ano novo, que tenha problemas de alcoolismo como sugeriu o seu sucessor na presidência do Eurogrupo, Jeroen Dijsselboem.

"Não tenho problemas com álcool", disse Juncker, ex-primeiro-ministro do Luxemburgo que, esta semana, admitiu a possibilidade de se candidatar ao cargo de Durão Barroso como presidente da Comissão Europeia.

"Não tenciono responder a declarações feitas num programa de humor da televisão holandesa", disse ainda Juncker.

Foi no programa "Knevel & Van den Blink", transmitido na segunda-feira à noite, que Jeroen Dijsselboem, atual presidente do Eurogrupo, disse que Jean-Claude Juncker fumava e bebia muito. Mais, disse que este não respeitava as regras segundo as quais era proibido fumar nas reuniões.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG