Deputado socialista afirma que "DSK seria candidato" às presidenciais

Dominique Strauss-Kahn "seria candidato às presidenciais" francesas de 2012, afirmou hoje em Paris o deputado socialista Manuel Valls, ele próprio concorrente nas primárias socialistas.

Numa entrevista à estação RTL, Manuel Valls afirmou que "DSK" lhe confiou, "há quinze dias, que tencionava candidatar-se às presidenciais", apresentando-se para isso às primárias do Partido Socialista (PS) francês, que se realizam em Outubro.

A apresentação de candidaturas às primárias do PS deverá acontecer entre 28 de Junho e 9 de Julho. Strauss-Kahn esteve recentemente em Paris para preparar uma possível candidatura, dada como provável até à sua detenção e acusação formal no domingo, em Nova Iorque.

"DSK" aparecia como o nome com mais indicações de voto, cerca de 26 por cento segundo as últimas sondagens, à frente de François Hollande, Ségolène Royal, Arnaud Montebourg e Manuel Valls.

Vários comentadores políticos consideram que a acusação de agressão sexual, feita por uma empregada de um hotel de Nova Iorque, pôs um ponto final nos possíveis planos do director do FMI. "A sua não-campanha terminou", resumiu o politólogo Jean-Thomas Lesueur, do Instituto Thomas More, citado pela agência Reuters em Paris.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG