Mariana Amália que poderia ser Blimunda

Durante os meses em que Saramago perambulou pelos arredores de Lavre para se inspirar na escrita de Levantado do Chão, o escritor ficou a dormir num quarto da cooperativa mas fazia as refeições numa casa próxima. João Basuga era o marido de Mariana Amália, que fazia os pratos de que Saramago gostava. Aquando do Memorial do Convento, o escritor deu o nome de Mariana Amália à personagem feminina, mas, ao ler o original, a ex-mulher Isabel da Nóbrega disse que aquele não era o mais correcto. Foi assim que o autor buscou um novo nome e encontrou a famosa Blimunda.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG