PSD acredita que CDS vai resolver voto contra OE2013

O coordenador da direção do PSD afirmou hoje estar seguro de que o CDS-PP conseguirá resolver a questão de um eventual voto contra a proposta de Orçamento para 2013 por parte do seu deputado eleito pela Madeira.

Na cerimónia de assinatura de um protocolo autárquico entre PSD e CDS-PP, num hotel de Lisboa, Jorge Moreira da Silva foi questionado pelos jornalistas sobre a possibilidade de haver votos contra a proposta de Orçamento do Estado para 2013 dentro da maioria parlamentar, e respondeu: "Essas são matérias que, seguramente, os partidos internamente conseguirão resolver".

Jorge Moreira da Silva ressalvou que não queria estar a "ser indelicado com o CDS-PP", acrescentando: "Mas, obviamente, essa é uma matéria com que o CDS-PP lidará no seu âmbito, como o PSD terá de lidar e lidou, no passado, com situações idênticas".

Em causa está a indicação dada pelo presidente do CDS-PP da Madeira, José Manuel Rodrigues, ao deputado centrista eleito por esta região, que recentemente o substituiu no parlamento, Rui Barreto, para que vote contra a proposta de Orçamento do Estado para 2013 na generalidade.

José Manuel Rodrigues anunciou esta decisão no domingo, comunicando na mesma ocasião que se tinha demitido do cargo de vice-presidente da Comissão Política Nacional do CDS-PP.

A direção nacional do CDS-PP ainda não se pronunciou sobre a demissão de José Manuel Rodrigues nem sobre a indicação de voto contra o Orçamento do Estado para 2013 dada por este dirigente centrista madeirense.

Hoje, o primeiro vice-presidente da Comissão Política Nacional do CDS-PP, Nuno Melo, escusou-se a falar do assunto, alegando que estava fora do âmbito da cerimónia de assinatura do protocolo autárquico com o PSD.

Até agora, a única reação oficial do CDS-PP às decisões anunciadas por José Manuel Rodrigues veio da direção do grupo parlamentar, que admitiu a abertura de um procedimento disciplinar aos deputados que desrespeitarem a disciplina de voto na votação do Orçamento do Estado, conforme preveem os estatutos e regulamentos internos.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG