Rui Pedro Soares diz que tribunais lhe deram razão no processo contra o Sol

O ex-administrador da PT Rui Pedro Soares afirmou hoje, quarta-feira, que os tribunais lhe deram razão nas acções judiciais que moveu contra o jornal Sol, o seu director e duas jornalistas do semanário.

"Foram proferidas três decisões de tribunais em relação a este processo, com a participação de cinco juízes - todos me deram razão", disse numa declaração escrita à Lusa. Rui Pedro Soares considerou, assim, que "em Lisboa, quem for perseguido pela imprensa sensacionalista, ficou a saber que é protegido pela independência e objectividade da justiça cível". O semanário Sol anunciou hoje ter chegado a acordo com o ex-administrador da PT Rui Pedro Soares para terminar os "procedimentos judiciais" existentes entre ambas as partes.

"Rui Pedro Soares e o semanário Sol anunciam ter celebrado um acordo que visa pôr fim a todos os procedimentos judiciais entre si", refere nota enviada às redacções pela administração do jornal. O texto põe fim aos processos que Rui Pedro Soares havia interposto contra o semanário devido à publicação de escutas referentes ao caso "Face Oculta".

Rui Pedro Soares moveu acções judiciais contra o jornal, o seu director, José António Saraiva, e as jornalistas Felícia Cabrita e Ana Paula Azevedo.

Mais Notícias

Outras Notícias GMG